Aplicação Noturna

 em Clima, Geração de Valor, Solo, Tecnologia de Aplicação

 

O conceito de eficiência da aplicação pode ser definido pela razão da dose técnica necessária para o controle da devida aplicação pela dose realmente empregada no alvo destino, multiplicada por cem. Logo, considerando que o menor intervalo entre essas doses, mais eficiente será a operação de aplicação. Visando está maior eficiência, alguns pontos precisam ser destacados e analisados em consideração, relacionando o aplicador, ao alvo da aplicação, ao produto, a cobertura de gotas, ao complexo do equipamento utilizado e aos fatores de interferência em geral, enfocando os climáticos. (VOLL, 1988).

Os fatores climáticos são responsáveis pela maior influência na eficiência de aplicação dos produtos. As temperaturas superiores a 30º C e umidade abaixo de 55% favorecem a evaporação das gotas pulverizadas, além de induzir plantas a um momento de estresse que dificultarão a absorção e translocação no caso de o alvo serem as plantas. Outro fato relevante que se destaca é a presença de ventos superiores a 8 km/h favorecendo a deriva das gotas de pulverização. As frequências destas adversidades ocorrem geralmente pela metade da manhã até o início do período noturno. Ressaltando no manejo de aplicação noturna em culturas pós emergência, atenção ao alocar o volume de calda considerando o orvalho intenso presente nas folhas podendo ocasionar no escorrimento dos produtos. (ADEGAS, 1997).

Nos Estados Unidos, Nova Zelândia, Canadá e Austrália, a aplicação noturna compõe comumente o calendário de manejos para aplicação de defensivos agrícolas. Os produtores se programam para este manejo pois sabem que os momentos de aplicação nas culturas culminam com épocas de altas temperaturas, umidade baixa e constante presença de rajadas de vento, 15 a 20 km/h durante o dia. Estudos comprovam que a eficiência do controle químico nestes casos de aplicação noturna, diferem em torno de 40% pior a taxa de eficiência biológica sobre os alvos quando comparados ao controle durante o dia. (LOBO, 2014).

 

Aplicacao

 

Com relação as gostas de orvalho da noite, no momento que são depositadas na superfície foliar, mantém uma relação estreita com a superfície da folha das plantas. A condição climática no período da noite torna um ambiente de relaxamento das culturas e assim os estômatos comumente estão totalmente abertos, facilitando os mecanismos de absorção de herbicidas pelas plantas daninhas. Consideramos também aplicações protetoras para as culturas, o caso de fungicidas e inseticidas sistêmicos pela planta ocorrerá com maior eficiência. Outro fato que pode ser levado em consideração nesse manejo é o comportamento de algumas pragas chave das culturas que possuem hábito noturno. Ou seja, durante grande período do dia encontram-se na parte inferior das folhas, no baixeiro das plantas ou até no solo. Assim, a aplicação de inseticidas de contato seria muitas vezes mais eficiente utilizando-se o manejo de aplicação noturna. (LOBO, 2014).

Através de estudos desenvolvidos com software de análise de gotas, pode-se analisar os resultados expressados por gotas depositadas nos papéis sensíveis e calcular a possibilidade de perda através do índice porcentagem de risco de deriva (PRD). A PRD acima de 30%, demonstra uma porcentagem de 30% de todo volume aplicado possui alto risco de deriva pelo fato de ser composto por gotas inferiores a 150 micrômetros.

Enfim, esse tipo de manejo de aplicação vem crescendo juntamente ao avanço da tecnologia de aplicação pelos produtores. Algumas adaptações estruturais precisam ser planejadas para realização deste manejo, desde iluminação da barra de pulverização, como utilização de agricultura de precisão visando um melhor desempenho.

 

Referências bibliográficas:

Lobo, M. I. (26 de Abril de 2014). Aplicação noturna de agroquímicos . Fonte: Pulverizador : https://pulverizador.com.br/2014/04/aplicacao-noturna-de-agroquimicos.html

Voll, E. (14 de Abril de 2010). Tecnologia de Aplicação de Herbicidas. Fonte: Embrapa: http://www.agencia.cnptia.embrapa.br/gestor/soja/arvore/CONT000g0zhlmhl02wx5ok00gmbp4mro0m3s.html

 

 

Disponibilizamos também o arquivo PDF desse artigo, clique aqui para fazer o download do material.

Postagens Recentes